CIM/UFLA e CNA desenvolvem estudo sobre o mercado florestal de produtos não madeireiros

Com o apoio do Centro de Inteligência em Mercados (CIM/UFLA), um questionário será submetido aos produtores rurais – e os resultados poderão contribuir para a formulação de políticas públicas para o setor

Durante a 34ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Borracha Natural, realizada na quinta-feira (18/2), na sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Ma), a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apresentou o desenvolvimento do estudo sobre o mercado florestal de produtos não madeireiros, que tem como objetivo o levantamento de informações estratégicas do setor.

Os resultados obtidos com a pesquisa vão servir de subsídio para a formulação de propostas de inclusão das demandas dos segmentos de seringueira (borracha natural), pínus (resina) e acácia-negra (tanino), no Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas, do MAPA. De acordo com a assessora técnica da Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da CNA, Camila Soares Braga, o Plano Nacional deve incluir estratégias para impulsionar o desenvolvimento do setor de produtos não madeireiros. “Nosso objetivo é recolher o máximo de informação possível para mostrar ao Ministério que esse setor é significativo para o país”, afirmou a assessora.

Com o apoio do CIM/UFLA, um questionário será disponibilizado às principais instituições ligadas à produção silvicultural não madeireira, a exemplo da borracha natural, resina, tanino e látex. Entre as perguntas que compõem o documento, estão o principal destino dos produtos, organização dos produtores, seguro rural e mão de obra. “É um questionário para identificar o nível de importância e satisfação do setor florestal em cada tema abordado”, explica Camila.

O coordenador de pesquisas e serviços em gestão do CIM/UFLA, Diego Humberto de Oliveira, explica que “o CIM já participa no desenvolvimento de alguns trabalhos no setor florestal. Além dos ganhos para o ensino, pesquisa e extensão na UFLA nesse segmento, com a possibilidade de inserção de estudos econômico-financeiros e de política agrícola, em âmbito nacional, especialmente por meio do MAPA, essa nova pesquisa fortalecerá nossa multidisciplinaridade. Acreditamos que essa diversificação de segmentos é extremamente importante para continuarmos desenvolvendo projetos relevantes para a agronegócio no Brasil”, ressaltou o coordenador.

Atualmente, oito estudantes de Engenharia Florestal da UFLA compõem a equipe de pesquisas em gestão estratégica e inteligência competitiva do CIM.

Reunião ordinária

A Câmara Setorial também discutiu a necessidade de atualização da Norma Reguladora 31, do Ministério do Trabalho e Emprego, que estabelece as normas de segurança e saúde no trabalho na agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura. A CNA pretende propor a revisão do texto ainda este ano, buscando melhor adequação da norma às rotinas de trabalho na área rural. A rigidez da norma em vigência vem causando preocupação do setor, devido à dificuldade no cumprimento de todos os seus itens. “A CNA participa ativamente das discussões sobre essa pauta e está preocupada com a situação dos agricultores e pecuaristas que vêm sofrendo com fiscalizações do Ministério do Trabalho e Previdência Social”, disse o assessor jurídico da CNA, Eduardo Queiroz.

Além dos representantes da Embrapa, MAPA e de associações, participaram da reunião José Manoel Monteiro de Castro, da Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes), e o diretor da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) e presidente do Sindicato Rural de Parapuã, José João Auad Junior.

Vanessa Trevisan (Assessora de Comunicação InovaCafé), com Assessoria de Comunicação CNA.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s